• Arq. Catherine Schrader

5 dicas para construir uma casa ideal



Vemos hoje inúmeros projetos publicados em revistas especializadas de arquitetura, lindas fachadas muito bem trabalhadas, esteticamente agradáveis, e poucos se perguntam se aquele projeto é ideal a pessoa que quer construir a casa ideal.

Não são realizados estudos subjetivos sobre o estilo de vida, preferências, rotinas, aspirações e desejos a curto, médio e longo prazos. Muitos compram projetos prontos que não se encaixam no seu terreno, seja por possuírem topografia acentuada, ou por não considerarem o entorno, a relação com vizinhos, vistas e questões de conforto ambiental, como ruídos e insolação.

Para construir uma casa ideal, é preciso uma análise mais profunda das pessoas que utilizarão o espaço, seus desejos, necessidades, dificuldades, conciliando essas questões ao espaço, ao entorno, aos aspectos físicos, e assim criar um espaço que integre todas essas questões.

Seguem abaixo algumas dicas para construir um espaço ideal:


1. Análise do perfil - Realize um levantamento dos desejos e necessidades de cada membro da família, de modo a encontrar pontos importantes que darão as diretrizes principais ao projeto. Devemos considerar a idade de cada um, pois as necessidades das crianças são diferentes das de idosos, que requerem atenção especial e espaços adequados para se moverem adequadamente, sem muitos desníveis. Também é importante estudar as rotinas, o modo de vida, preferências. Uma pessoa que gosta de cozinhar irá utilizar a cozinha de forma diferente do que uma pessoa que não gosta.

2. Análise do entorno - Após analisar o perfil dos usuários, passamos para o estudo do terreno e entorno. Encontrar o terreno ideal é fundamental para construir uma casa saudável. Grandes desníveis como aclives ou declives podem dificultar a criação de projetos específicos, como casas térreas. Também pode onerar a construção, pois exigirá a construção de muros de arrimo e até o uso de elevadores ou plataformas. Verificar as construções vizinhas também é vital, pois a construção deve ser locada de forma a proporcionar ventilação e insolação adequadas. Caso o vizinho tenha construído um sobrado encostado na divisa, poderá impedir a correta insolação e ventilação no interior dos espaços próximos a ele.

3. Análise do ambiente – Enumere todos os espaços que serão necessários para a composição da construção. Com a listagem pronta, faça um levantamento de tudo o que irá compor esse espaço. Uma forma interessante de dimensionar cada ambiente é saber o que você quer colocar dentro dele. Então faça uma lista de tudo o que irá ter, de preferencia com dimensões aproximadas de cada elemento e o modelo, caso já saiba o que irá usar. Para sabermos o que colocar numa suíte, é fundamental saber qual cama será utilizada (Convencional, Queensize, Kingsize), se terá criado mudo, se terá algum móvel e tv, e qual é o tamanho de armário que será necessário (uma dica é verificar o que já possui e se o atual atende a necessidade ou não). Com essas definições, é muito mais fácil acertar, pois nem sempre podemos fazer ambientes grandes, a depender do tamanho do terreno.

4. Análise e integração dos espaços - Com a listagem dos ambientes que irão compor a construção, o arquiteto pode fazer a distribuição da construção, locando todos os cômodos e dimensionando-os de acordo com o seu conteúdo. Com isso, também poderá ser realizado um estudo de disposição dos cômodos e a dinâmica de cada um em relação ao outro. Muitos querem garagens com acesso facilitado à cozinha para carga e descarga, outros querem integrar as salas com a cozinha, e outros elementos importantes que fazem com que a distribuição dos cômodos seja ideal de acordo com as necessidades e preferencias de cada família. Com isso finalizado, já será fácil ter o estudo preliminar do projeto de arquitetura, com a distribuição dos espaços e a locação do seu layout.

5. Análise da forma e estilo– É interessante, paralelo ao desenvolvimento do projeto em planta, que seja estudada a volumetria da construção através de um estudo de estilos arquitetônicos e formas. Faça uma pesquisa de outros projetos e fachadas diversas, enumerando quais elementos mais agradam e o que desagrada, que tipos de janelas, portas, telhados e cores são interessantes. Todo esse cuidado é importante para que o projeto corresponda aos desejos e necessidades daquele que deseja a casa ideal.

0 visualização

RECEBA MEUS EMAILS

© 2020 por Catherine Schrader. 

  • Black Facebook Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black Pinterest Icon